Gossip

SIC. Governo Sombra rende milhares de euros em presenças

Ricardo Araújo Pereira e o Governo Sombra regressam à antena da SIC já esta sexta-feira com a companhia de Pedro Mexia, João Miguel Tavares e Carlos Vaz Marques.


Nem sempre o programa era gravado em estudio, algumas vezes e a pedido de organismos públicos e privados, a TVI cobrava em média 15 mil euros.

O JN dá exemplo do programa gravado em maio de 2018 no âmbito da IV Festival Literário que custou 11 093 euros. Temos ainda o caso da Câmara da Sertã que pagou 10 081 euros.

Óbidos, Albergaria-a-Velha, Arcos de Valdevez ou Póvoa de Varzim foram outros dos municípios que investiram no formato, e foi a ultima que pagou mais, cerca de 15 mil euros.


Os contractos mais recentes foram com a Universidade de Coimbra (16 800 euros) e a Freguesia de Fátima (16 008,13 euros). Todos os valores são sem IVA.

A SIC adiantou ao JN que o “Governo sombra” continua disponível para gravar no exterior.

 

Tags

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close