Marco Costa “A Vanessa é uma mulher furacão. É se calhar a culpada do meu sucesso”

Na tarde deste sábado, dia 15 de Fevereiro, Marco Costa foi o entrevistado do programa de Fátima Lopes, ‘Conta-me Como És’.

O pasteleiro começou por recordar a sua infância, que foi marcada por alguns episódios de dificuldades.


A minha mãe era cabeleireira, tomava conta de crianças, vendia plantas, à noite trabalhava numa fábrica de sanduíches. Quando ouço falar em mãe guerreira o sinónimo é Esperança Oliveira. Desde pequeno que aprendi a viver com o pouco que temos. Às vezes não precisas de mais para seres feliz. A minha mãe fez esse trabalho muito bem”, começou por dizer o ex-concorrente da ‘Casa dos Segredos 2’. (mais aqui)

Vanessa Martins deixou um vídeo e manifestou a sua admiração pelo percurso do marido, enaltecendo as suas qualidades enquanto ser humano. O ex-concorrente da «casa» retirbuiu.

A Vanessa é uma mulher furacão. É se calhar a culpada do meu sucesso. Tenho o lado trabalhador e força da natureza, mas a Vanessa é incentivadora. Ela acreditava em mim quando nem eu acreditava“, afirmou.


“Saio de um programa de televisão e era gozado por ser pasteleiro. Quando conheci a Vanessa trabalhava numa pastelaria e tinha um ordenado normal. Foi ela que me disse: ‘Tu não és um pasteleiro, és o pasteleiro’. Ela é uma visionária. Cheguei mais longe porque a tenho meu lado para me amparar. E eu dou-lhe o outro lado que ela não tinha, que é a protecção e o instinto de família”, sublinhou.

“Hoje em dia temos uma relação que quero que seja para sempre. Que seja eterno enquanto formos felizes”, rematou.