Djaló apoia-se na mãe

De férias, antes de iniciar a nova época ao serviço do Benfica,Yannick Djaló, de 26 anos, evita a todo o custo estar em Portugal. O polémico final do casamento com Luciana Abreu, de 27, deixou marcas no jogador do Benfica, que, depois de ter regressado de umas férias em Miami, apenas passou cinco dias em Lisboa. Agora, viajou com a mãe para a sua terra natal, a Guiné, numa semana em que irá aproveitar para esquecer o passado.

A Luciana já deu entrada com os papéis do divórcio e vêm aí tempos difíceis, com muitos conflitos à mistura. Por isso, e já que está de férias, o Yannick quer aproveitar este tempo para estar o mais sereno possível”, começa por contar uma fonte próxima do jogador, acrescentando que Djaló tem feito tudo para evitar contactos com Luciana Abreu.


O único, desde a separação, aconteceu na semana passada, quando o jogador foi ao apartamento para onde ‘Lucy’ se mudou, em Cascais, de forma a reaver o seu Audi R8. Oencontrodurou apenas alguns minutos e os dois poucas palavras trocaram. “Ele foi buscar as chaves do carro e assim pôde ver as meninas [Lyonce, de um ano, e Lyannii, de dois meses], ainda que durante pouco tempo. Ficou comovido e foi-se embora rapidamente, para que ninguém se apercebesse”, relata a mesma fonte.

A seguir ao encontro, Djaló acelerou até ao hotel que lhe tem servido de casa, na Costa da Caparica, desde que se separou de Luciana Abreu. O craque ainda está a decidir onde irá morar e, até lá, tem preferido o conforto do hotel, onde não tem faltado diversão.

“Ele tem sempre muitos amigos e também amigas com ele. Ainda antes de se ir embora, esteve na praia com duas raparigas. Esteve muito tempo aprisionado àquela relação e agora quer viver a vida livremente, como qualquer pessoa da sua idade”, relata um outro amigo do craque.

Comportamentos que, segundo explica uma outra fonte, não têm agradado à ainda mulher do craque. “A Luciana está furiosa, porque esperava que o Yannick estivesse mais recatado nestes tempos, mas a verdade é que para ele não há tempo a perder. E, se está de férias, então tem de aproveitar.”

Enquanto Yannick Djaló tem passado os últimos tempos a viajar, Luciana Abreu fecha-se em casa, com as duas filhas, para tentar superar a ruptura. Após o final do programa ‘A Tua Cara Não me É Estranha’, da TVI, a cantora encontra-se sem trabalho e dedica-se a fazer modificações na sua casa de Cascais, para se manter ocupada.

A Luciana não pretende voltar para a casa onde viveu com o Yannick e quer pô-la à venda.Vai morar em Cascais nos próximos tempos e está a fazer obras em casa para a tornar mais acolhedora para as duas filhas .Anda ocupada com os preparativos.

ENCONTROS COM ADVOGADO

 Sem novos projectos, de momento, Luciana dedica-se à remodelação do seu novo lar e, também, ao processo de divórcio. A cantora já foi ao Tribunal de Família e Menores de Cascais para avançar com a separação definitiva, no passado dia 15, num divórcio com vários milhões em jogo.

A ‘Lucy’ não vai abdicar de nada e tem-se encontrado com os advogados para planear tudo ao pormenor. Vai pedir uma pensão de alimentos para ela e para as meninas”, conta uma amiga da cantora.

A guerra pelo património financeiro começou antes de Luciana ter dado entrada com os papéis do divórcio, com a cantora a passar para o nome da irmã, Ana Luísa, o Porsche Panamera que tinha comprado com o jogador do Benfica. Insatisfeito com o sucedido, Djaló, assim que voltou das férias em Miami, foi buscar o seu Audi. E para que Luciana não soubesse mais do paradeiro deste carro de luxo, Yannick Djaló escondeu-o na garagem de um amigo, perto da Academia do Sporting, em Alcochete, conforme a Vidas testemunhou.

CONTINUAR PARA A PÁGINA 2