Home / Geral / Cantora morre ao dar à luz em Portugal. Ministério Público está a investigar

Cantora morre ao dar à luz em Portugal. Ministério Público está a investigar

A cantora Suiça, Nama Ray, morreu ao dar à luz em casa e o assunto está a ser investigado pelo Ministério Público e pela Inspeção-Geral das Atividades em Saúde.


Ela estava grávida de 42 semanas e tentou dar à luz em casa com o apoio de um homem que diz ser “um profissional de saúde”. Quando a frequência cardíaca do feto começou a baixar, os dois foram para a Maternidade Alfredo da Costa.

Deu à luz uma menina mas morreu após uma paragem cardio-respiratória.

A Inspeção-Geral das Atividades em Saúde disse ao Publico que não foi apresentada qualquer queixa relativo à morte da cantora e que o tempo de gestação estava uma semana acima do permitido em Portugal.


Só que “no domínio da sua intervenção oficiosa”, a instituição “instaurou um processo de natureza disciplinar, um inquérito cuja instrução está a decorrer”.

Nama Ray era suíça mas vivia em Londres e estava de férias em Portugal. A Procuradoria-Geral da República (PGR) já confirmou que “corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal] de Lisboa


O marido de Nama Ray, confirmou nas redes sociais a 8 de Setembro a morte da artista  “A minha mulher faleceu enquanto dava à luz a nossa linda bebé. A única coisa que me faz continuar agora é saber que as coisas acontecem por uma razão e a sua morte não foi em vão. Estou a receber tanta ajuda, amor e apoio nestas horas que quero passar tudo ao próximo. Não sei como. Neste momento, é tudo apenas uma visão. Vamos devagar, hora a hora, dia a dia. Podemos fazer isso juntos”.