Home / Cristina Ferreira / Apresentadora desabafa “É difícil ser-se a Cristina Ferreira”

Apresentadora desabafa “É difícil ser-se a Cristina Ferreira”

Este sábado, dia 5 de Janeiro, Cristina Ferreira esteve à conversa com Daniel Oliveira, no ‘Alta Definição’, onde começou por falar do grande dia que está à porta.


A apresentadora da SIC revelou que se preparou para este novo desafio mas que acabou surpreendida com alguns acontecimentos “Sei as expetativas que as pessoas têm, que são muito elevadas, mas também sei aquilo que tenho construído e aquilo que temos para apresentar. Por isso, há alguma serenidade neste momento. Preparei-me para tudo isto. Sabia o impacto que teria esta mudança, sabia o que as pessoas iam dizer. Talvez não me tenha preparado paro o turbilhão em que fui envolvida nos últimos meses porque, de facto, muito se falou, de tudo, muitas das coisas não correspondem à realidade e tive que aprender a abstrair-me disso tudo porque o meu foco tinha que ser outro”



A sua decisão de mudar de estação, foi vista por alguns como traição, e Cristina Ferreira fez questão de esclarecer “E a traição tem a ver com o facto de eu ter feito um programa ao lado de uma pessoa que se habituaram a ver, ao lado do ‘Manel’, e que nós crescemos juntos e que nós, de facto, marcamos muito a televisão enquanto dupla. Mas fui sempre avisando que temos 20 anos de diferença, estamos em fases diferentes da nossa vida profissional e os dois sabíamos que isto ia acontecer. Talvez não o imaginássemos assim, talvez o ‘Manel’ achasse que era ele que saía e eu continuaria ali, mas foi assim que aconteceu e todos nós procuramos o melhor para a nossa vida.”

Sobre a pressão com que tem lidado nos últimos tempos, a apresentadora da SIC acabou por confessar que “é muito difícil ser-se a Cristina Ferreira.”



Sobre a sua vida pessoal, Cristina Ferreira falou várias vezes de António Casinhos e afirmou que é das pessoas que mais ama na vida e para sempre “É pai do meu filho, é família para sempre. E isso ninguém me vai tirar. Não tentem adivinhar. Aquilo que tiver que partilhar vou partilhar na hora certa. Mas como não o fiz antes, não me podem exigir que o faça depois. É meu, só meu, não é público.”