Home / Geral / Gerente das pastelarias Maria Bolacha em Famalicão é desumano

Gerente das pastelarias Maria Bolacha em Famalicão é desumano

Hoje o motivo da minha publicação é MUITO SÉRIO.
Há poucas horas atrás, estava eu e alguns familiares a sair de um café do centro da nossa cidade (Vila Nova de Famalicão) quando um senhor se aproximou de nós e pediu dinheiro para comer, como normalmente faz, a minha mãe disse-lhe que dinheiro não lhe dava (pelas razões óbvias) mas que, se tivesse fome, lhe pagava um bolo. O senhor, muito humildemente, pediu então para lhe pagar um galão (um copo de leite com café), e assim foi.

[wp_bannerize group=”Geral” random=”1″ limit=”1″]

A minha mãe entrou no café que pouco antes tão bem nos tinha servido, acompanhada pelo dito senhor, e pediu um galão e um bolo, enquanto o senhor escolhia o bolo, o gerente do estabelecimento aproximou-se do senhor e EXPULSOU-O, HUMILHANDO-O de uma forma DESUMANA. Como é óbvio, instalou-se um certa confusão, mas o gerente não se demoveu da sua decisão e o senhor, EM LÁGRIMAS E HUMILHADO, acabou por sair.
O senhor acabou por comer o seu bolo e beber o seu leite, CÁ FORA, por respeito á minha mãe (palavras do próprio)….

[wp_bannerize group=”Geral” random=”1″ limit=”1″]

Meus amigos, na verdade nem tenho muito a dizer além de relatar o que aconteceu…. sinto uma ENORME VERGONHA por partilhar o ar que respiro com alguém assim, e que fique claro que me refiro ao INERGUMENO do gerente que não soube ver a FOME na cara de um homem, que não soube respeitar um seu semelhante, que julgou alguém pela aparência…

Para que não hajam confusões direi a que estabelecimento me refiro, chama-se MARIA BOLACHA, mas devo também acrescentar que me refiro há acção de apenas uma pessoa, O GERENTE, pois os funcionários sempre me mereceram o maior respeito e acredito que por eles nada disto teria acontecido.
Nada mais acrescentarei porque a minha INDIGNAÇÃO e a minha VERGONHA são tão grandes que por muito que escreva nunca será suficiente..

O post foi retirado pela Maria Bolacha, mas recuperei o post original 🙂