Casa dos Segredos 4Desafio Final 2Geral

Wilson Teixeira “Para não mentir, não é necessário ser santo, basta ser honrado”

[wp_bannerize group=Geral random=1 limit=1]

Após a polémica de hoje sobre o que se terá passado ontem no Main, em que tivemos declarações do Wilson e mais tarde do Diogo Marcelino, a troca de galhardetes continua. O treinador de futebol sem nomear nomes , mas que dá para perceber o destinatário da mensagem Padre António Vieira:


Citando o Padre António Vieira:
“Para não mentir, não é necessário ser santo, basta ser honrado, porque não há coisa mais afrontosa, nem que maior horror faça a quem tem honra, que o mentir.”

Não citando nomes, por tal vil personas não merecem que lhes dê esse protagonismo, só tenho a dizer o seguinte: Mal de mim se tivesse de andar na rua ou nas discotecas, a pedir satisfações a todos os que escrevem mal e que não gostam de mim.
Não gostam? Azar!
Também não vos conheço e estou-me borrifando se gostam ou não, sou como sou, se não gostam… azar o vosso!

Se não os conheço, se não são importantes para mim, se nada de relevante acrescentam na minha vida e se não me pagam as contas, então, nada me fará ataca-los ou confrontá-los, porque pura e simplesmente eu tenho honra e dignidade.

[wp_bannerize group=Geral random=1 limit=1]

Em relação a alpinismos só tenho o seguinte a dizer: Não fui eu que me aproveitei de uma mulher, montando-me nas costas dela, para tentar ganhar um concurso televisivo, que depois lhe dei um “pontapé no rabo” para ir comer outra e que agora, depois de me fartar de ser criticado por tudo e todos e de me fartar de comer a “outra”, decidi voltar à casa de partida só para parecer bem e emendar a porcaria que fiz…! Mas pronto, isso é lá com eles e esta é só a minha opinião (que vale sempre o que vale e que quem não quiser não respeite)!

Para bom entendedor meia palavra basta, e acho engraçado sempre que vejo pessoas falarem em ética comportamental na participação em ficcionados e manipulados, programas televisivos que vivem de audiências, a compararem essa ética com aquilo que são na vida real.
Ao mesmo tempo não sabem daquilo que estão a falar!
Posto isto só tenho a dizer o seguinte a todos os que me atacam por eu “supostamente” ter agredido alguém num programa de televisão:
1) Passem as imagens;
2) Vejam quanto ganharam os que chegaram à final do programa (e não ganharam o programa), e depois comparem com o que eu ganhei ao proporcionar esse momento de show de audiência televisivo ao canal programa e ao canal;

O que há mais por aí são FALSOS HUMILDES, MENTIROSOS E TIPOS SEM HONRA.
Para terminar, há por aí muitos “aleijados” que antes de as pessoas saberem quem eles eram, já nos conheciam a nós. Aprendam a respeitar quem já cá estava e o lugar dos outros.

Porque ao contrário de outros, eu não sou daqueles que fui admirador hoje e hater amanhã.
E sempre disse que NUNCA GOSTEI da pessoa em questão, posso?
Sou coerente!

PS: Já agora, o meu amigo que, educadamente, pediu a um sapo para sair do espaço que nos estava reservado e destinado, manda-lhe cumprimentos e diz-lhe para que da próxima vez ele tenha cuidado com a força e a intimidade dos abracinhos que deu à amiga que estava com esse meu amigo.

Será que as saudades que tem da sua, o fizeram andar a dar abracinhos às amigas dos outros?

Dá que pensar…

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo