SIC

Toy pede para lhe pagarem qualquer coisita e é atacado. Emociou-se na SIC «Isto não mata, mas mói»

Toy há dias pediu para os canais de televisão pagarem qualquer coisinha, nem que fossem as despesas. Hoje emocionou-se na SIC.


«Quando percebi que o meu destino não era enriquecer, vi que tinha de rever toda a minha vida. A possibilidade de escrever, produzir, de já ser uma figura conhecida na televisão, fez com que comunicasse com toda a gente e dissesse que estava disponível para fazer outras coisas».

«Sempre estive disponível, fui sempre uma pessoa normal. O facto de não ter tiques de vedeta foi vantajoso, porque as pessoas estão à vontade comigo e eu também estou à vontade para lhes dizer que, se fazia coisas gratuitamente, agora não tenho trabalho. Por isso, por amor de Deus, paguem-me alguma coisa, pelo menos as despesas», disse.


Acabou por ser atacado por ter feito estas afirmações, «As pessoas dizem: ‘Vai mas é para as obras trabalhar…’ E vou, com todo o prazer! Eu já dei serventia à pedreira, estive na Alemanha dos 17 aos 25 anos, trabalhei 18 horas por dias, carreguei caixas de 80 quilos… Tenho o maior orgulho em ser uma pessoa verdadeira, honesta e ninguém tem nada que me apontar».

Depois pediu desculpa ao João Baião pelo desabafo e atirou «Isto não mata, mas mói».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo