Casa dos Segredos 5Gossip

Teresa Guilherme acusa TVI de matar o Secret Story

A rainha dos reality show's lançou duras criticas às decisões de Bruno Santos, o antigo responsável da TVI.

Teresa Guilherme em entrevista ao jornal Observador, lançou farpas à TVI pela falta de condições para fazer melhores edições das últimas edições do Secret Story: A Casa dos Segredos.


Bruno Santos era quem dirigia aquilo tudo, e algumas das opções dele são duramente criticadas por Teresa, «Sempre houve polémica à volta dos concorrentes. Não se notou tanto no início, porque o programa foi um êxito, muito inovador. Notou-se muito mais na Casa dos Segredos, que também funcionou com amores e ódios».

Quinta edição foi «descalabro»!

“A segunda edição era muito rica em pessoas variadas, mas muito novas. Aí começou a haver aquele preconceito com os ‘armários’, com o facto de as pessoas serem todas do Porto. As redes sociais encheram-se de ódios e de emoções exacerbadas, desproporcionais até. E na quinta edição, que foi para aí há cinco anos, foi o descalabro”, diz.


“Tiraram o programa das nove. Passámos a ter o compacto às sete horas, onde não podias mostrar nada que fosse conflito, e um à meia-noite, onde podia haver alguma relação com os concorrentes. Víamos sexo ou conflito, não havia tempo de mostrar outra coisa. Eles quando saíam até ficavam surpreendidos — “Mas não foi só isto que fiz na casa”. Quem fez isso assassinou uma parte dos programas e assassinou também a parte boa dos concorrentes, porque começou a mostrar um perfil deles altamente atacável”, afirma a rainha dos RS.

Teresa ainda referiu que «sou da opinião que os compactos da nove fazem falta para mostrar a casa no seu normal».

Assino por baixo em tudo o que a Teresa disse, o timming é que não foi o melhor.


Tags

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close