Home / Gossip / Shark Tank Portugal: João Koehler saiu em defesa dos jovens que o “enganaram”

Shark Tank Portugal: João Koehler saiu em defesa dos jovens que o “enganaram”

O tubarão João Koehler veio sair em defesa dos jovens que apresentaram um projecto [Sock Buster], algo que não era inovador e pior não existe patente nenhuma pendente [ver aqui]. Na altura a SIC desvalorizou [ver aqui] e agora é a vez do comprador sair em defesa dos jovens.

João Koehler diz que já sabia que havia um produto idêntico no mercado, mas ele garante que em Portugal não havia nenhuma patente à venda. “Eles não mentiram“, garante o tubarão. Eles têm uma “utiliy patent peding“, e não uma patente registada “O que se comprou foi um pedido de patente“.

Garante que no ebay o outro negocio se vende por 4 dólares por 4 peças mais portes e ele garante que irá vender em Portugal por apenas 2 dólares. “Eu não sou estúpido“, garante o tubarão. Na realidade ele poderá não ser estúpido, mas tenta fazer os outros. Existe as patentes inventivas e as de utilização como ele bem diz, mas e não existe em Portugal nenhum pedido para o produto que vendeu.

Ele para comprar um pedido de patente pendente, este já deveria estar no INPI e tal não acontece. As gravações do Shark Tank Portugal começaram em Dezembro mas só em Janeiro foi pedido registo de marca nacional do Sock Buster que nada tem a ver com patentes.

Alem disto, para quê comprar uma alegada patente (de utilização) pendente de um produto que ele já conhecia, e ainda dar 7.5% dos royalties aos rapazes, se bastava pegar na ideia e avançar!

Resumindo – Não existe nenhum tipo de patente pedida (inventiva ou de utilização), o projecto não é inovador, e todos insistem mandar areia para os olhos.