Big BrotherBig Brother - A Revolução

Rui vai processar Joana “disse-lhe para viver a sua vidinha. A GNR estava a rir-se”

Desta vez, foi o empresário e modelo, que resolveu abordar o assunto. Após ter negado tudo o empresário falou com a revista TV7 Dias para dizer que as declarações de Joana fazem parte de um "plano" maquiavélico" para o tentar "entalar".


A polémica que envolve Joana e Rui Pedro, continua a fazer correr muita tinta na imprensa cor-de-rosa.

Desta vez, foi o empresário e modelo, que resolveu abordar o assunto. Após ter negado tudo o empresário falou com a revista TV7 Dias para dizer que as declarações de Joana fazem parte de um “plano” maquiavélico” para o tentar “entalar”.

Ainda assim, assume que falou com Joana fora dos estúdios da Venda do Pinheiro, mas diz que foi sempre num tom “calmo e tranquilo”.

Podia negar que falei com ela, mas não vou o vou fazer. Ela estava à entrada da gala, cá fora a fumar com a Carina, que é minha amiga e amiga dela. Entretanto, vim cá fora e falei com a Joana. Disse-lhe que já chegava de andar em todas as entrevistas a falar do meu nome“, começa por dizer.


O ex-concorrente diz que disse apenas a Joana para “viver a sua vidinha” e para parar de carregar sempre na mesma pessoa.

Rui diz que nem chegou perto dela, mantendo sempre uma distância de dois ou três metros: “Ela não disse nada e ignorou, o normal, teve uma postura normal, com aquela poker face maravilhosa e eu vim à minha vida”.

Durante a gala, um elemento da produção pediu para se dirigir ao exterior, uma vez que tinha um GNR à sua espera: “Cheguei cá fora ao pé da GNR e os agentes estavam a rir-se, claro” explica.

Sabem que ela é louca, descompensada. Disseram para não ligar. A Teresa Guilherme até me chamou e perguntou-me o que se tinha passado. Tenho de aturar a garotada…” acrescenta.

A finalizar, Rui disse que tem “razões para mover uma ação judicial sobre ela” e acusou Joana de ter uma “patologia do foro psicológico”. “Ela tem uma capacidade de inventar extraordinária. Tem uma patologia qualquer do foro psicológico, um desequilíbrio qualquer”.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo