>
Dança com as EstrelasGeralVideos

Rita Pereira emocionada: “Foi a primeira vez que chorei em público”

[wp_bannerize group=Geral random=1 limit=1]

 

No passado domingo, durante a gala de Dança Com As Estrelas, Rita Pereira emocionou-se ao falar de Angélico (vídeo aqui). A jovem actriz recordou esse momento em declarações à revista TV Mais desta semana.

Artigo da Revista tvmais:

A noite foi de fortes emoções para Rita Pereira. Desafiada pela produção de “Dança com as Estrelas” para dançar kizomba, não conseguiu esconder o sentimento, nem nos ensaios, nem na gala, que este estilo musical lhe provocou. É que foi Angélico Vieira, o seu namorado de longa data que faleceu em 2011, quem lhe ensinou muitos dos passos deste sensual ritmo africano. Foi por isso que a atriz fez questão de convidar a mãe do seu grande amor, de quem permanece muito amiga, para assistir à sua atuação. “A Mena esteve lá para me apoiar. Foi muito bom saber que estava uma pessoa tão especial para mim a ver-me“, disse, muito emocionada.

Ao lado de alguns amigos de Rita, Filomena assistiu orgulhosa ao desempenho da jovem. Vestida de branco, na eterna homenagem ao filho que perdeu, Mena, como é carinhosamente tratada pelos que lhe são próximos, apresentou durante toda a gala um semblante triste e carregado. E não conteve as lágrimas no final da atuação da atriz. A performance de Rita correu muito bem e foi fortemente aplaudida pelo público. A jovem tentou manter-se forte, mesmo com a imagem de Angélico muito presente na sua mente, mas não conteve as lágrimas quando Cifrão, colega e amigo do falecido cantor, avaliou a dança de Rita, elogiando-a e afirmando que ela tinha tido um grande professor de kizomba, referindo-se a Angélico.

[wp_bannerize group=Geral2 random=1 limit=1]

 

“Foi a primeira vez que chorei em público. Este programa está a servir para as pessoas me conhecerem realmente, sem a máscara de uma personagem”, disse Rita, que permanece muito reservada em tudo o que respeita ao ex-membro dos DZRT. Fonte próxima da atriz revelou à tvmais que esta foi mais uma “espécie de homenagem privada” que a jovem fez àquele que foi o homem da sua vida. “Ela continua a ficar de rastos sempre que recorda o dia em que o Angélico faleceu. Mas não fala sobre isso, por-que lhe dói e porque não quer que as pessoas achem que se está a aproveitar da imagem dele. Há pessoas maldosas, infelizmente.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo