Gossip

Quem venceu o MasterChef Portugal?

Este domingo, dia 24 de Novembro, ficou a conhecer-se o grande vencedor do formato de domingo à noite da TVI, MasterChef Portugal.


Numa final disputada com Ana Sofia – ficando Margarita com o terceiro lugar do pódio – Rúben acabou por levar o troféu para Aveiro. Rúben, de 36 anos, desde os primeiros programas que foi um dos grandes favoritos a vencer este programa de culinária.

Nas redes sociais, Manuel Luís Goucha fez um balanço sobre esta edição do programa:

“Com a voracidade com que se faz e consome televisão temos por norma avaliar levianamente o imediato esquecendo o quanto se fez anteriormente, por isso não me atrevo a dizer que este terá sido o melhor grupo de aspirantes ao título de Masterchef Portugal sem correr o risco de deslustrar quantos em edições anteriores mostraram o seu talento e garra. Foi sem dúvida um notável grupo de concorrentes que importa celebrar pelo entusiasmo e valentia com que dia após dia, durante dois alucinantes meses, enfrentaram os mais duros e exigentes desafios. É bom lembrar que um único programa leva três dias a gravar. Pela primeira vez, se bem que tenha sido o meu quinto MasterChef, fui o apresentador, libertando-me assim da difícil tarefa de julgar, pelo que pude criar uma maior empatia com quantos ali eram à procura do sonho. A cada um e a todos, incluindo equipas de produção e realização, agradeço esta experiência sempre única de me desafiar, procurando uma perfeição sempre inatingível, sobrando-me, porém, a feliz sensação de missão bem cumprida.
Venham os próximos desafios, que MasterChef Portugal 2019 (Rúben foi o justo vencedor e o mesmo eu diria se fosse a Ana Sofia a ganhar) já pertence ao passado. Um passado de que me orgulho, fruto das minhas escolhas e da minha exigência. Obrigado a todos”

Podes ver em vídeo o momento em que Ruben se sagrou vencedor aqui.


View this post on Instagram

Com a voracidade com que se faz e consome televisão temos por norma avaliar levianamente o imediato esquecendo o quanto se fez anteriormente, por isso não me atrevo a dizer que este terá sido o melhor grupo de aspirantes ao título de Masterchef Portugal sem correr o risco de deslustrar quantos em edições anteriores mostraram o seu talento e garra. Foi sem dúvida um notável grupo de concorrentes que importa celebrar pelo entusiasmo e valentia com que dia após dia, durante dois alucinantes meses, enfrentaram os mais duros e exigentes desafios. É bom lembrar que um único programa leva três dias a gravar. Pela primeira vez, se bem que tenha sido o meu quinto MasterChef, fui o apresentador, libertando-me assim da difícil tarefa de julgar, pelo que pude criar uma maior empatia com quantos ali eram à procura do sonho. A cada um e a todos, incluindo equipas de produção e realização, agradeço esta experiência sempre única de me desafiar, procurando uma perfeição sempre inatingível, sobrando-me, porém, a feliz sensação de missão bem cumprida. Venham os próximos desafios, que MasterChef Portugal 2019 (Rúben foi o justo vencedor e o mesmo eu diria se fosse a Ana Sofia a ganhar) já pertence ao passado. Um passado de que me orgulho, fruto das minhas escolhas e da minha exigência. Obrigado a todos.

A post shared by Manuel Luis Goucha (@mlgoucha) on

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo