COVID-19

Auxiliar do IPO morre após ser vacinada contra a Covid-19. Aguarda autópsia

De acordo com a referida publicação, a mulher tinha 41 anos, e fazia parte de uma lista de 538 profissionais da instituição que tinham recebido a vacina.


O Jornal Correio da Manhã, está avançar que uma assistente operacional do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, faleceu no passado dia 1 de Janeiro, após ter tomado a vacina contra a Covid-19, dois dias antes.

De acordo com a referida publicação, a mulher tinha 41 anos e fazia parte de uma lista de 538 profissionais da instituição que tinham recebido a vacina.

A mulher, foi encontrada pelo companheiro na cama, numa altura em que já nada havia a fazer.

O IPO refere que a pessoa em questão não tinha reportado qualquer efeito secundário.


“tendo sido notificado qualquer efeito indesejável nem no momento da vacinação nem nos dias subsequentes. O esclarecimento da causa da morte seguirá os procedimentos habituais nestas circunstâncias“, referiu.

A autópsia será feita amanhã, mas não é conhecida qualquer complicação de saúde da referida mulher.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo