Geral

Prisão é “ilegal”. Advogados querem libertar mãe de bebé deixado no lixo com habeas corpus

Os advogados Filipe Duarte, Varela de Matos e Dino Barbosa entregaram esta segunda-feira no Supremo Tribunal de Justiça um pedido de habeas corpus com vista à libertação imediata da mãe que abandonou o seu filho num caixote do lixo.


Varela de Matos é um dos candidatos a bastonário da Ordem dos Advogados. Nas redes sociais mostrou a documentação que entrou no Supremo e um breve texto.

Fizeram o pedido de  habeas corpus porque acham que a prisão preventiva que foi aplicada à jovem cabo-verdiana de 22 anos, mãe do bebé abandonado, é “ilegal”.

A malta advocante não se conforma e quer fomentar a discussão. Aguardemos. Está aberto o debate. Venham todos os contributos. Com elevação”, lê-se na publicação.


O caso do bebé abandonado.Habeas corpus contra prisão ilegal.Acabou de dar entrada no Supremo Tribunal de Justiça, a…

Publiée par Varela de Matos sur Lundi 11 novembre 2019

Tags

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close