Geral

Oceana Basílio triste revela que a filha foi morar com o pai: “É difícil mas está resolvido”

Com 25 anos, Oceana Basílio foi mãe de Francisca e as duas acabaram por criar uma relação muito próxima e cúmplice.


Esta sexta-feira, a atriz foi uma das convidadas do programa de Júlia Pinheiro, na SIC, e acabou por ser surpreendida por amigos. A certa altura, Júlia Pinheiro leu a carta da filha, agora com 15 anos:

“Olá mãe,

Eu só te quero dizer que te amo mais do que qualquer outra pessoa neste mundo, que podes contar comigo assim como eu posso contar contigo, não importa o que aconteça. Posso não gostar muito de ir à praia, apanhar sol ou correr e fazer os exercícios de ginástica, mas adoro estar contigo seja onde for. És uma mãe fantástica e sei que dás o teu melhor para me educar, para que um dia eu posso ser uma mulher forte como tu.


Fico muito nervosa quando canto para ti, porque quando eu cantar para ti quero que esteja tudo perfeito. Eu sei que me vais apoiar mesmo que esteja mais ou menos, mas eu quero que esteja perfeito para te mostrar aquilo que eu realmente consigo fazer e para poderes ficar verdadeiramente orgulhosa de mim.

Sinceramente não sei se adoro ou detesto o teu trabalho. Por um lado, detesto-o profundamente porque te rouba de mim às vezes e te tira muito tempo. Além disso, deixa-te muito cansada e stressada com as correrias do teu dia-a-dia, mas, por outro lado, adoro-o porque é uma das coisas que te deixa feliz e te faz sentir completa.


Amo ver-te representar. Eu acho que és uma das melhores atrizes do mundo, mas eu sou um bocado suspeita para falar. Consegues representar qualquer personagem, só não podes é fazer parte de um musical porque, infelizmente, não nasceste com esse dom. Cantar não é mesmo para ti, mãe. Felizmente para mim porque dou umas belas gargalhadas às tuas custas quando cantas na brincadeira lá em casa.


Agora a sério, obrigada mãe. Obrigada por me teres feito amar o teatro, por me ensinares a dançar com uma maluca, por pintares comigo, por cantares comigo para eu perder a vergonha, por me aturares a ver os filmes do Harry Potter umas 3 mil vezes, por todos os conselhos, por todos os puxões de orelhas, pelo nome Francisca Afonso que eu adoro. Por todos os nossos momentos e, como é obvio, por me teres trazido a este mundo. Amo-te muito mãe, não te esqueças que a tua loucura está no ponto perfeito e que é uma parte fantástica de ti. E também não te esqueças que só eu é que te posso chamar de louca porque és minha mãe, minha e só minha. Amo-te Oceana Chagas Afonso Basílio. És a melhor mãe do mundo”, escreveu a jovem.

Perante estas palavras, a atriz, visivelmente emocionada, afirmou: “A Francisca sempre foi muito adulta. Crescemos as duas sozinha em Lisboa, com o apoio de amigos, claro, a família sempre longe, o pai sempre presente, mas a uma grande distância, porque não vive em Lisboa, e há algum tempo a Francisca pediu-me para ir experimentar viver com o pai. Disse-me: ‘Mãe, tu estás a ser egoísta, eu não tenho culpa que vivam longe e eu tenho esse direito, por favor’. E eu tenho muitas saudades dela. Apesar de estarmos muito presentes, de falarmos todos os dias… mas damo-nos todos super bem e eu só quero que ela esteja sempre feliz. É difícil, mas está resolvido. Nós damo-nos todos muito bem. Há um vaziozinho de manhã ao pequeno-almoço, ao jantar… mas ela tem razão, ela tem esse direito. Ela tem três irmãos da parte do pai que ela adora, por isso é que ela diz que eu sou só dela, com o pai ela tem que lutar”


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo