TVI

“O humor está de volta à TVI, já este sábado”

Na tarde desta quinta-feira, dia 8 de outubro, a média capital fez um anúncio na sua página oficial.


Pelos vistos, o humor vai regressar já este sábado à estação, pela mão de Carlos Cunha, Marina Albuquerque, Gabriela Barros, Patrícia Tavares, João Didelet, Susana Mendes, Jorge Mourato e Rodrigo Trindade.

Vê o comunicado:

Amor, peripécias e dramas de chorar a rir dão forma a esta divertidíssima sitcom que aborda temas do quotidiano com muito humor.

Carlos Cunha é Emanuel Paiva, um recém reformado que logo no primeiro dia de “liberdade” vê os seus planos saírem furados… Conseguirá Emanuel não enlouquecer com o novo dia a dia em sua casa?

Marina Albuquerque, Gabriela Barros, Patrícia Tavares, João Didelet, Susana Mendes, Jorge Mourato e Rodrigo Trindade dão vida às personagens carismáticas que vão levar ‘Emanuel’ à loucura!

Da autoria de Roberto Pereira e Henrique Dias, com realização de Manuel Amaro da Costa, “Ai A Minha Vida” é a comédia que vai garantir boas doses de risadas nos finais das tardes de sábado da TVI.


Sinopse

Emanuel (Carlos Cunha) desde há uns anos que sonha com este dia: o dia da sua reforma.

Durante mais de trinta anos, foi professor de Português no ciclo secundário. Um professor dedicado, profissional, disciplinador, que se gaba de nunca ter faltado um dia ao trabalho. Divorciado de Aida (Marina Albuquerque) há cinco anos, e com uma filha, Renata (Gabriela Barros), já criada, Emanuel tem todas as condições para ter a reforma que sempre imaginou, com toda a paz e tranquilidade que necessita para cumprir um desejo antigo: escrever, finalmente, o seu primeiro livro. E é exatamente no primeiro dia da sua nova vida de reformado que os planos começam a sair furados. Isto porque Ricardo (Jorge Mourato), o seu desaustinado irmão mais novo – de quem não tem notícias há mais de um ano – lhe bate à porta, recém-chegado de Angola, onde se refugiou para fugir às dívidas e dívidas de anos consecutivos de esquemas e maus negócios.

Emanuel não pode acreditar no que lhe está a acontecer. Mas, diz-lhe o coração que, como irmão mais velho, não pode deixar de abrir a porta de sua casa a Ricardo. Mal sabe ele que está também a abrir a porta a um rol de problemas e confusões em que se vai tornar a sua vida. Até porque o que era para ser temporário, tornar-se-á eterno, numa convivência que tem tudo para correr mal.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo