Mas afinal o que é que aprendemos com os Simpsons?

Os Simpsons são sem dúvida uma das séries mais antigas que se mantém em horário nobre em milhões de televisões por todo o mundo. Desde o dia em que se estreou nos EUA que influenciou várias gerações, provocou várias polémicas e muitas gargalhadas… mas afinal aprendemos alguma coisa com a “família amarela”?

Uma das lições que podemos destacar é que nos devemos “lembrar sempre da nossa família“. Foi num especial de Halloween que perante os extraterrestres Kang e Kodos, Homer Simpons suplicou que estes lhe salvassem a vida, em troca da vida dos seus familiares: “Não me comam, tenho mulher e filhos. Comam-nos a eles!”.




Num contexto profissional, Homer Simpson lembrou-nos que “nunca devemos fazer greve.” Segundo as palavras de Homer à sua filha, é preferível trabalhar mal a fazer greve: “Lisa, se não gostas do teu trabalho, não faças greve. Simplesmente a cada dia que vás trabalhar, vais e fazer o trabalho muito mal feito. É assim que todos fazem na América.”

Se gostas de aproveitar o tempo para ti e só para ti deves “evitar situações de risco“, tais como fazer parte de um jurado de um tribunal. “Livrar-se de ser um jurado é fácil. Apenas tens que dizer que tens vários prejuízos contra todas as raças”, disse uma vez Homer.

Nunca te metas com a televisão“, será sem dúvida uma das lições mais repetidas na série. Para que entrar em conflito com a televisão, quando ela “pede pouco e dá muito”?

Também tens que “ser ambicioso” e é muito fácil sê-lo. Deves marcar sempre metas alcançáveis e esse é o único objectivo da tua vida: Durante toda a minha vida só tive um objectivo: alcançar todas as minhas metas”.




Um outro conselho sábio: não penses demasiado! Pensar muito arruína a diversão de não saber aquilo que estão a fazer.

Escolhe bem as tuas palavras!“, foi a mensagem que aprendemos pouco antes da morte da esposa de Ned Flanders. Recorda que antes do trágico acidente que a sua mulher, esta disse a “Neddy” que ia por umas salsichas quando Ned pediu para que ela não comprasse “salsichas gordas”, pois fazia-no sentir violento. Estas foram as últimas palavras que a sua esposa ouviu da sua parte…

Homer um dia ensinou-nos a “como ter êxito apenas com três frases“. É sabido que Homer sempre sobrevive a trágicos acidentes, consegue manter a sua casa e a sua família com pouco esforço. O truque está em utilizar sempre três frases: “Substitui-me”, “Boa ideia, chefe!” e “Já estava assim quando eu cheguei”.

Uma lição importante é saber “definir prioridades“… a de Homer é estar sempre tranquilo e assim consegui facilmente as suas oito horas diárias para ver televisão.

Nunca devemos intentar fazer algo com medo à derrota, pois tentar fazer algo é o primeiro passo ao fracasso. Por isso nunca devemos “tentar fazer algo” e assim nunca vamos a fracassar.

Por fim, não sejas materialista. Lê com atenção as palavras de Homer: “Podes ter todo o dinheiro do mundo, que há uma coisa que nunca poderás comprar…: um dinossauro.