Home / Big Brother / Liliana Queiroz Luta contra depressão

Liliana Queiroz Luta contra depressão

Liliana Queiroz, que faz a 10 de agosto 28 anos, deslumbrou Portugal com a sua beleza em 2005 ao sagrar­-se vencedora do Miss Playboy TV.

Agora, ao entrar no Big Brother VIP, voltou a surpreender por ter perdido a elegância que a celebrizou e lhe deu o título da mais bela coelhinha lusa. Porém, Liliana não nasceu em berço de ouro, nem teve uma vida fácil.


[wp_bannerize group=Geral random=1 limit=1]

[wp_bannerize group=Geral3 random=1 limit=1]

Filha única de progenitores toxicodependentes, a jovem só viveu os seus primeiros anos com os pais tendo­-se mudado ainda antes da adolescência, e a pedido do pai (que entretanto morreu), para junto da avó paterna, Lurdes Queiroz, que recebeu a NOVA GENTE na sua “modesta casa” situada numa das zonas mais problemáticas de Loures, zona onde Liliana nasceu e vive atualmente com a avó.

O marido de Lurdes, conhecido por Zé Maria (Oliveira Alves), a quem Liliana chama de avô, recebeu­-nos com um sorriso no rosto.

“Quando veio viver cá para casa já eu estava com a Lurdes e, para ela, sou o avô”, disse, convidando­-nos a visitar a habitação onde a neta cresceu e ainda reside.

Na pequena sala de estar, Lurdes tem sempre a televisão sintonizada para “a casa dos famosos” e não perde “nada do que se passa lá dentro” desabafando toda derretida: “A minha netinha está a sair­-se muito bem, ela entrou um pouco nervosa mas já está mais calma”, adianta­-nos.


[wp_bannerize group=Geral random=1 limit=1]

[wp_bannerize group=Geral3 random=1 limit=1]

A avó reconhece que a vida da neta não foi fácil: “Não tem tido muita sorte e já ninguém se lembrava dela.

O ex­-namorado, com quem ela viveu, foi má influência para a carreira dela. Como não gostava do que ela fazia, chamava­-lhe nomes, in­sultava­-a. Até que um dia a minha neta ligou­-me a chorar a pedir­-me para a ir buscar a casa porque não aguentava mais.

Devem ter­-se desentendido, tenho quase a certeza que ele lhe bateu. Fui lá e disse­-lhe que quem tinha de sair da casa era ele. Mas ela tem muito medo. A minha neta não gosta de estar sozinha e achei por bem trazê­-la para perto de mim.”

revista novagente 🙂