Katia Aveiro passou-se «Falta de uma boa trancada também dá frustração»

Kátia Aveiro foi mais uma vez Kátia Aveiro e respondeu à letra a uma seguidora nas redes sociais.

Ela este semana publicou no Instagram como conheceu o actual companheiro, «Conheci-te em 2017 num terreno no meio do nada a 10.000 km da minha casa. O nosso primeiro beijo foi numa cavalariça. Ias mostrar-me os cavalos e quiseste logo montar».


Só que uma seguidora confrontou-a, «Então não tinha sido na rua ao pé do teu restaurante? Tanta versão diferente. Quando escreves as coisas, lembra-te de ires ver as anteriores para não seres apanhada desprevenida».

A irmã de Cristiano Ronaldo respondeu, «Anda desatenta, mas atenta. O beijo roubado foi de raspão. Queres que te explique detalhadamente o beijo na cavalariça que não foi roubado? Esse, sim, apanhou-me desprevenida. Só adianto que teve língua. Duas coisas distintas, mas significativas. Fica aqui o esclarecimento. Não preciso de inventar para ter uma história bonita… Bem haja».


«Expor o teu comentário para quê, se já estás a passar vergonha aqui? Querida, inveja mata. Cuidado que isso faz mal e a falta de uma boa trancada também dá frustração. Eu sabia que expor a minha felicidade incomoda, mas, fofa, não mostres isso, fica-te mal! Desfruta hoje por aqui porque já sabes que bloqueio ervas daninhas!»

«Ah, e o meu irmão mais velho é o Hugo. E outra coisa: se precisares de emprego para te ocupares, eu posso dar-te uma oportunidade na minha empresa, que tem mais de 30 funcionários. Para quem sabe os beijos que dei ou não, deveria também saber que tenho fonte de rendimento. Para já, não preciso da ajuda dos irmãos, mas se precisasse sei que eles estariam aqui para mim. Pena estares sozinha! Boa sorte, fofa. Que Deus te abençoe e tire essa mágoa do coração», rematou.