GeralGossip

Jessica Athayde: uma vida de sofrimento com um final à vista

A cara bonita dos Morangos com Açúcar teve uma infância difícil ao lado da sua mãe em Inglaterra, mas quando chegou a Portugal com o seu pai tampouco foi fácil.

O lançamento do livro de Jessica Athayde pretende agora ser um “virar de página” numa vida marcada pelo sofrimento.

Não tive os pais perfeitos. Tive uma mãe que fez o melhor que pôde… e demorei, se calhar, bastante tempo a perceber isso. Se calhar só há alguns anos é que comecei a ter compreensão pela forma como a minha mãe fez as coisas”, disse a actriz em Fevereiro passado numa altura que decidiu revelar um pouco da sua intimidade.



Não queiras ser perfeita, mas faz o melhor por ti, Jessy“, o livro de Jéssica pretende dar continuidade a essa história e revelar não só aos seus seguidores, mas também a quem passe pelo mesmo, que a vida que foi interpretando na televisão não é sinónimo de ser “alguém perfeita”.

Há cinco anos, quando tinha 24 anos de idade, a jovem acabou por ir parar a uma cama de hospital com apenas 42 quilos, resultado de uma anorexia nervosa. Desde esse dia que se têm dedicado a si própria, cuidando do seu corpo, viajando e dando-se mais importância.

Os tempos difíceis estão finalmente ultrapassados e são para a jovem boas memórias para o seu livro. Por exemplo, até aos 12 anos viveu com a sua mãe em Inglaterra e na “escola as coisas também não foram fáceis. Não era uma miúda nada popular, antes pelo contrário. Era gozada por ser magra demais, por não ter curvas nem peito.”

Quando chegou a Portugal, para viver com o seu pai, as coisas não melhoraram, mas foi aqui que aos 16 anos encontrou um amor que durou uns longos 4 anos. Aos 20 anos encontrou João Manzarra e nos dois anos que estiveram juntos, Jéssica sempre pensou que ia viver toda a sua vida com ele, “mas afinal não foi assim”.

Com o fim desta última relação, a actriz deu inicio a um começo “tudo do zero“, totalmente “sozinha“, sendo que teve de “voltar a descobrir-se“, pois não sabia “quem eu era”. As viagens e escrever são agora o seu melhor remédio para se conhecer a si mesma.



Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo