Jessica Athayde e as crises de anorexia nervosa

Jessica Athayde esteve ontem no programa ‘Era o Que Faltava’, na Rádio Comercial, e falou do problema de anorexia nervosa e de quando tem de lutar contra o problema.


Esteve à conversa com os locutores Rui Maria Pêgo e Ana Martins e revelou que doença, que «tomou conta» da sua adolescência, é «para a vida», apesar de já não ser a «batalha» da sua vida. Mal percebe que está a ter uma recaída, actua de imediato.

Foi num desfile em 2014 para a Companhia Marítima na Moda Lisboa, que despoletou a exposição da sua doença. «Quando fui desfilar nunca pensei que a minha vida iria mudar radicalmente, mas a verdade é que mudou. Aquilo tocou num lado muito pessoal meu».

Dois meses depois desta situação ela admitiu ter sofrido de «anorexia nervosa». «Tenho amigas que já me perguntaram se eu ando a comer. Eu não brinco com isso. Quando sei que estou a caminhar para ter uma crise de anorexia, sou a primeira pessoa a pegar no telefone e a ligar para quem tenho de ligar para me ajudar. Não é o caso. Eu ando a comer que nem uma lontra. Fiz análises e tenho uma ténia, o que pode acontecer depois de uma gravidez», indica.


«É quando comer se torna uma coisa difícil. Começo logo a beber batidos. Quando se para de comer, não se pode deixar passar muito tempo, porque se se deixa, isso toma conta da nossa vida. Consigo ter noção de quando preciso de ajuda, mas preciso dos outros para me ajudar», sublinha.


Jorge Palhares arrasa Ângelo Rodrigues «Se tivesse admitido, teria muito mais valor»