Home / Big Brother / Hugo Sequeira ‘ataca’ companheiros do BB VIP

Hugo Sequeira ‘ataca’ companheiros do BB VIP

Hugo Sequeira, 37 anos, saiu do Big Brother VIP, há uma semana, e tem passado os seus dias a dar entrevistas e a descansar. Na sexta-feira, 3 de Maio, o actor encontrou-se com a TV Guia para falar da sua experiência no realityshow da TVI. O ponto de encontro foi a Baía de Cascais, um dos seus locais de eleição para passear. “Adoro estar junto ao mar“, diz, muito pensativo, ao mesmo tempo que saboreia um gelado logo pela manhã. “É o meu pequeno-almoço“, avisa.

[wp_bannerize group=Geral random=1 limit=1]

 
Reservado, Hugo começa por dizer que não quer falar mais do passado, referindo-se à depressão que teve e que o levou a uma crise psicótica,  quando se atirou da janela de sua casa, um segundo andar de um prédio na Parede, em Julho de 2012. “Já disse tudo o que tinha a dizer sobre isso. O que aconteceu teve que ver com um desgaste psicológico e físico durante dois anos e que caminhou para aquela situação. Felizmente está ultrapassado. Isto é uma coisa diagnosticada. Estou tratado!“, garante.

Contudo, continua a ter acompanhamento psicológico. “Ainda tenho um resto de medicação e faço terapia, mas é uma coisa progressiva. Aliás, se não estivesse bem, não tinha ido para o Big Brother”, explica o actor. O seu objectivo no reality show da TVI não era ganhar, mas mostrar que estava recuperado. “Quis limpar a minha imagem! Mostrar o verdadeiro Hugo, sem reservas. Mostrar aos portugueses e empregadores que estou de volta e normal. Pode haver quem duvide da estabilidade de uma pessoa e achei que esta era uma boa oportunidade”, diz.

E acredita que o seu objectivo foi cumprido, mesmo só tendo ficado uma semana na Venda do Pinheiro. “Acho que as pessoas ficaram com uma ideia bastante segura e calma do Hugo.” Então por que o expulsaram? “Porque eu era o mais reservado e talvez esperassem alguma coisa mais de mim, por causa do episódio que aconteceu recentemente. Mas eu tinha a preocupação de deixar uma imagem completamente diferente. Não joguei muito”, confessa, criticando os colegas por o terem nomeado em massa: “Fui muito prejudicado porque, no grupo, eles conheciam-se todos uns aos outros e eu era o único que não conhecia ninguém. Acabei por ficar à margem. Senti-me injustiçado por não fazer parte da pandilha. Não tive muita sorte no jogo. Principalmente com o grupo que me calhou na casa…”

 

REVISTA TV GUIA

[wp_bannerize group=Geral random=1 limit=1]