Geral

Finlândia leva à Eurovisão banda com défice cognitivo

PKN é o nome da banda representante da Finlândia este ano na Eurovisão. Os membros da banda têm a particularidade de sofrerem de autismo e trissomia 21.

[adrotate banner=”21″]

A Finlândia continua a surpreender na sua participação Eurovisiva. Depois de em 2006 o país nórdico ter vencido a competição com os Lordi que trouxeram a música “Hard Rock Hallelujah”, os finlandeses optaram por outra participação invulgar:


Os PKN (sigla de Pertti Kurikan Nimipaivat) vão trazer o tema “Aina Mun Pitaa” (que traduzido significa “Tenho Sempre de”). Os quatro elementos da banda têm média de idades que ultrapassa os 40 anos. Em comum têm problemas cognitivos, que variam entre o autismo e a trissomia 21 ou síndrome de down.

Um dos elementos da banda, Kari Aalto, sublinhou a importância da vitória para os portadores de deficiência: Todas as pessoas com uma deficiência devem ser mais corajosas (…) Cada uma delas deve dizer ou fazer o que quer.

Os PKN surgiram em 2009, durante um workshop destinado a indivíduos com défice cognitivo. «The Punk Syndrome» foi um documentário que deu a conhecer a banda aos finlandeses.

As semi-finais da Eurovisão, que decorre este ano em Viena de Áustria, terão lugar a 19 e 21 de maio e a final a 23.

[adrotate banner=”21″]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo