Home / Geral / Filipe Vilarinho fala do LOT “estava a fazer o meu papel enquanto pseudo-actor”

Filipe Vilarinho fala do LOT “estava a fazer o meu papel enquanto pseudo-actor”

Na tarde desta terça-feira, dia 16 de Julho, Filipe Vilarinho reagiu finalmente à sua desistência do programa da TVI, Like Me.


Num longo texto, o vencedor do Love on Top acabou por agradecer o convite, a todas as pessoas que o apoiaram e falou um pouco da experiência que viveu dentro do estúdio criativo.

Bem, ainda não tinha tido a oportunidade para me expressar devidamente mas creio que, para quem acompanhou, percebeu as minhas palavras.
De todas as formas, agradecer à @tvioficial e à Endemol por mais um convite, desta vez para o @likemetvi , agradecer à produção pela paciência (especialmente ao acordar), agradecer à minha família e amigos que, apesar de contra, aceitam as minhas decisões e os meus motivos. Em especial às pessoas que sempre me acompanharam e me apoiaram desde o primeiro dia que entrei pelas vossas casas.
A verdade é que aprendi muito com aquele grupo e fez-me repensar ainda mais na decisão precipitada que tomei ao aceitar participar neste formato. Todos eles estavam ali para se afirmar a título profissional, creio que sem exceção. Eu por sua vez estava a fazer o meu “role play” enquanto pseudo-actor de conteúdos de entretenimento, sem um propósito claro e definido, sem um objetivo e isso acabou por tirar as minhas dúvidas. Ainda para mais sabendo a repercussão que cada palavra ou ato têm aqui fora, levou muito tempo a ser esquecido e não fazia sentido aparecer e viver tudo novamente sem ter uma meta traçada.


Foi um ótimo desafio e que apesar de curto, foi muito satisfatório e enriquecedor, aprendi a dar mais valor ao trabalho de “influencer”, coisa que não fui na verdade.
Nunca tinha acompanhado um programa que tenha participado, porque nunca tinha desistido ou saído antes da final, mas a verdade é que eu sou fiel aos meus princípios e manter-me no jogo nas circunstâncias em que me encontrava era um ato deliberado de prejudicar as pessoas que gostam de mim, isto porque, estando animicamente abaixo do expectável, faz com que as pessoas que me apoiam e a quem sou eternamente grato, acabem por se preocupar demasiado e se vejam compelidas a tentar ajudar-me quer por aviões ou “gritos” de apoio.
Como sempre lá ando eu a alongar-me nas “rotundas”, espero que tenha trazido algo de positivo para alguém e que este apesar de curto foi a minha despedida de Reality Shows. “Penhoradamente grato”


Podes ver esse momento em vídeo aqui.