Gossip

Ex-moranguita mostra filho o filho no hospital em desespero. «Perdi o meu chão»!

Mafalda Rodiles, de 36 anos, a antiga moranguito que agora vive no Brasil contou um episódio que faz agora um mês que se passou com o seu filho mais novo.


O filho, Martim, adoeceu, teve de ficar internado e a antiga actriz ficou desesperada. O estado de saúde piorou e ela pensou que se tinha de separar do filho.

«No dia 25 de Março Martim não dormiu durante toda a noite, chorava, mamava, tentava dormir, chorava de novo, vomitava, não conseguia dormir mais do que 40 minutos seguidos…
Fiquei acordada, com ele sentado no meu colo, toda a noite e de manhã cedo fomos para o hospital… Na minha cabeça nunca pensei que ele iria ficar internado e quando, 3 horas depois de esperarmos para ser atendidos, me disseram que isso aconteceria, perdi o meu chão… Martim, de 1 ano e 3 meses, com acesso na mão por onde durante 4 dias foi administrado soro. Foi me dito que a principio ele precisaria de cirurgia…mas felizmente esse pior cenário foi descartado 12h depois.
Era uma virose que o fazia vomitar tudo o que comia, Martim perdeu peso, dormia a maior parte do tempo, totalmente sem forças. Não tentou uma única vez tirar o soro da mão e essa mãozinha ficava quietinha do lado do corpo e dava muito dó.


Esses 4 dias me pareceram uma nuvem que não passava. O tempo não passava, eu fiquei basicamente 96 horas fechada com o Martim, primeiro num quartinho gelado do CTI porque o hospital estava lotado, e depois nos transferiram para um quarto “normal”. Posso dizer que foram os piores 4 dias da minha vida. Ver meu filho deitado naquele berço, onde eu dormi todas as noites encolhida com ele, e ter a minha filha em casa esperando por mim, chorando com saudades (ela nunca tinha dormido sem mim). O sentimento de impotência é algo arrasador.


Ver esta publicação no Instagram

No dia 25 de Março Martim não dormiu durante toda a noite, chorava, mamava, tentava dormir, chorava de novo, vomitava, não conseguia dormir mais do que 40 minutos seguidos… Fiquei acordada, com ele sentado no meu colo, toda a noite e de manhã cedo fomos para o hospital… Na minha cabeça nunca pensei que ele iria ficar internado e quando, 3 horas depois de esperarmos para ser atendidos, me disseram que isso aconteceria, perdi o meu chão… Martim, de 1 ano e 3 meses, com acesso na mão por onde durante 4 dias foi administrado soro. Foi me dito que a principio ele precisaria de cirurgia…mas felizmente esse pior cenário foi descartado 12h depois. Era uma virose que o fazia vomitar tudo o que comia, Martim perdeu peso, dormia a maior parte do tempo, totalmente sem forças. Não tentou uma única vez tirar o soro da mão e essa mãozinha ficava quietinha do lado do corpo e dava muito dó. Esses 4 dias me pareceram uma nuvem que não passava. O tempo não passava, eu fiquei basicamente 96 horas fechada com o Martim, primeiro num quartinho gelado do CTI porque o hospital estava lotado, e depois nos transferiram para um quarto “normal”. Posso dizer que foram os piores 4 dias da minha vida. Ver meu filho deitado naquele berço, onde eu dormi todas as noites encolhida com ele, e ter a minha filha em casa esperando por mim, chorando com saudades (ela nunca tinha dormido sem mim). O sentimento de impotência é algo arrasador. Todos os dias eu achava que nos iriam mandar para casa mas depois o Martim começou com uma tosse e não nos queriam deixar sair com suspeita de pneumonia… No domingo de manhã pedi alta e me comprometi a continuar a medicação em casa porque ele não precisava mais do soro. Obrigada Dr Daniel @pediatriaintegralbr, pediatra dos meus filhotes, por toda a assistência nestes 4 dias. Quando sai do hospital e respirei ar puro meus olhos se encheram de lágrimas, uma vez mais… Martim chegou em casa e voltou a comer e a sorrir ?? Gratidão a todos os que me ajudaram a passar por estes dias tão difíceis. Só hoje um mês depois consegui falar sobre isto. E falo para que todas as mães que têm os filhos internados se sintam abraçadas. Vai passar, vai dar tudo certo ❤

Uma publicação partilhada por Mafalda Rodiles (@mafaldarodiles) a

Todos os dias eu achava que nos iriam mandar para casa mas depois o Martim começou com uma tosse e não nos queriam deixar sair com suspeita de pneumonia… No domingo de manhã pedi alta e me comprometi a continuar a medicação em casa porque ele não precisava mais do soro. Obrigada Dr Daniel @pediatriaintegralbr, pediatra dos meus filhotes, por toda a assistência nestes 4 dias.


Quando sai do hospital e respirei ar puro meus olhos se encheram de lágrimas, uma vez mais… Martim chegou em casa e voltou a comer e a sorrir ?? Gratidão a todos os que me ajudaram a passar por estes dias tão difíceis. Só hoje um mês depois consegui falar sobre isto. E falo para que todas as mães que têm os filhos internados se sintam abraçadas. Vai passar, vai dar tudo certo ❤»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo