Eládio Clímaco REVOLTADO: “Perdi a cabeça (…) Temos de multar para assegurar o nosso ordenado”

Eládio Clímaco, antigo apresentador da RTP, recorreu ao Facebook para denunciar mais uma situação vergonhosa – a primeira foi no Hospital de Santa Maria (vê aqui): «Hoje [dia 19 de março] usei o direito à minha indignação! Então não é que me desloquei de carro à farmácia e deixei-o na rua, à porta, como de resto mais dois. O meu grande espanto quando vejo atrás uma carrinha da EMEL a parar, com luzes intermitentes em cima do tejadilho».


«Estavam duas funcionárias com máscara e ar pidesco a olhar! Perguntei se ali estavam para ajudar as pessoas ou multar. Pasmem! Para multar porque estava mal parado! Perdi a cabeça e não resisti a acionar a minha indignação! Resposta: Temos de multar para assegurar o nosso ordenado», explicou Eládio.

O eterno rosto dos «Jogos Sem Fronteiras» lançou um pedido a Fernando Medina: «Sr. Presidente da Câmara [de Lisboa], peço-lhe que atue e ponha um ponto de ordem a este descalabro! Que os dinheiros que o governo disponibiliza possa pagar a estes funcionários, que estão a ter, neste momento, uma conduta indesejável».