Home / Gossip / Cláudio Ramos faz promessa ao namorado “Serei o melhor namorado que se pode ter”

Cláudio Ramos faz promessa ao namorado “Serei o melhor namorado que se pode ter”

Esta segunda-feira, dia 11 de Novembro, em dia do seu aniversário, Cláudio Ramos foi surpreendido com uma declaração do seu namorado, Diogo Faria, nas redes sociais.


“É Luz acesa, brilhante, radiosa e radiante, um rigor constante, uma preocupação nata e inata, à flor da pele, que a todos que rodeiam dedica. Uma necessidade de organizar, planear, escrever e desenhar, num plano incessante, quase microscópico, o caminho que se faz caminhando, sempre a todo o gás como lhe apraz, mas nunca descurando o silêncio, a paz, o momento da respiração, que qualquer mergulho requer e que sem ele não acontece sequer. É impaciente, prudentemente imprudente, quando reage a quente e deita para fora o fogo que tem dentro, no fervilhar da verdade, que tão bem conhece, a língua que melhor sabe falar e com a qual podemos sempre (sempre) contar.Assim é, fulminante, inquietante, surpreendente e galopante, na sua tão peculiar forma de ser, de tal maneira marcante, que nos deixa rendidos, neste embalo deslizante nunca derrapante, onde nem Balões Voadores ficam perdidos. 🎈”

Entretanto, Cláudio Ramos fez um balanço de como correram «os 45»: “: “Desiludi-me com pessoas, mas ‘descobri’ outras. Estou mais assertivo, selectivo, mais rigoroso mas menos caprichoso, menos cheio de mim mas continuo a achar que tenho os olhos verdes, porque continuo teimoso, apaixonado, vaidoso, a amar o azul escuro, o cheiro a torradas, a cama feita de lavado, o café acabado de tirar, a casa a cheirar a limpo”.

Em jeito de conclusão, o vizinho de Cristina Ferreira atirou “Aos 46 serei melhor amante que até aqui e o melhor namorado que se pode ter, porque amar é um estado de alma que se alimenta até que o outro chegue e beba dele quando está esfomeado de sede ou só tem vontade de humedecer os lábios.


View this post on Instagram

É Luz acesa, brilhante, radiosa e radiante, um rigor constante, uma preocupação nata e inata, à flor da pele, que a todos que rodeiam dedica. Uma necessidade de organizar, planear, escrever e desenhar, num plano incessante, quase microscópico, o caminho que se faz caminhando, sempre a todo o gás como lhe apraz, mas nunca descurando o silêncio, a paz, o momento da respiração, que qualquer mergulho requer e que sem ele não acontece sequer. É impaciente, prudentemente imprudente, quando reage a quente e deita para fora o fogo que tem dentro, no fervilhar da verdade, que tão bem conhece, a língua que melhor sabe falar e com a qual podemos sempre (sempre) contar. Assim é, fulminante, inquietante, surpreendente e galopante, na sua tão peculiar forma de ser, de tal maneira marcante, que nos deixa rendidos, neste embalo deslizante nunca derrapante, onde nem Balões Voadores ficam perdidos. 🎈

A post shared by Diogo Faria (@sardanisco) on