Gossip

Cláudio Ramos e os fãs: “Não me pagam para eu ser mais simpático”

Cláudio Ramos referiu no ‘Passadeira Vermelha’, da SIC Caras, que fora do estúdio não tem de ser simpático, porque nem é pago. Tudo porque os fãs o abordam.


O alentejano referiu ainda que “as pessoas têm de entender que ele não é um comando de televisão”, que funciona “à vontade delas”.

As pessoas na rua têm de ter consciência de que eu sou uma pessoa como outra qualquer (…) Eu sou pago para fazer um trabalho que tem um determinado horário (…) As pessoas têm de entender que eu não sou um comando de televisão e que funciono à vontade delas. Eu funciono à minha vontade. E desde que eu cumpra o meu papel aqui sentado, é para o que me pagam. A mim não me pagam nem mais um tostão para que eu fora do estúdio seja mais simpático”, atirou.


Os colegas Nuno Azinheira e Liliana Campos ainda tentaram explicar que a abordagem das pessoas na rua é o reconhecimento das pessoas, mas falar para ele é como falar para uma parede.

É um trabalho que tem uma exposição e a continuidade do teu trabalho ou não [depende disso]”.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo