Home / Geral / Cartas de amor de Mick Jagger vendidas por mais de US$ 300 mil

Cartas de amor de Mick Jagger vendidas por mais de US$ 300 mil

Dez cartas de amor escritas pelo vocalista dos Rolling Stones, Mick Jagger, à cantora norte-americana Marsha Hunt durante o verão de 1969 foram vendidas por £ 187.250 (US$ 301 mil) em um leilão realizado na quarta-feira (12) em Londres, anunciou a casa Sotheby’s.

[wp_bannerize group=”Geral” random=”1″ limit=”1″]

Um coleccionador particular anónimo que participou do leilão por telefone adquiriu o lote posto à venda pela própria cantora, actriz, modelo e escritora, muito acima de sua estimativa de entre £ 70 mil e £ 100 mil.

Jagger enviou as cartas a Marsha Hunt, com quem manteve uma relação em segredo, quando estava na Austrália filmando “Ned Kelly”. Ela estava em Londres, onde era ao mesmo tempo a imagem da campanha “Black is Beautiful” e o rosto do musical “Hair”.

Hunt, que disse ter sido a fonte de inspiração do famoso “Brown Sugar”, é mãe da filha mais velha de Jagger, Karis, hoje com 42 anos.

“A passagem do tempo deu a estas cartas um lugar em nossa história cultural”, afirmou depois do leilão, Marsha Hunt.

[wp_bannerize group=”Geral” random=”1″ limit=”1″]

“O ano de 1969 marcou o início do declínio de uma era crucial e revolucionária, altamente influenciada por artistas como os Beatles, os Rolling Stones, James Brown e Bob Dylan”, acrescentou defendendo que este tipo de cartas sejam divulgadas para que possa conhecer mais a personalidade dos artistas.

Para Gabriel Heaton, especialista da Sotheby’s, “estas cartas belamente escritas e líricas”, apresentam um Mick Jagger “não como a super-estrela mundial em que se transformou, mas sim como o jovem de 25 anos poético e consciente de si mesmo que era, com interesses intelectuais e artísticos muito diversos”.

A venda destas cartas coincide com o 50º aniversário dos Rolling Stones, motivo pelo qual acabam de lançar um novo álbum, a compilação “Grrr!”, que inclui dois novos temas de estúdio, e sua primeira turnê desde 2007.