Cristina Ferreira

Carta Aberta a Cristina Ferreira “Descansa um bocadinho o cérebro.”

Mário Gonçalves, assina um texto que já conta com milhares de gostos e centenas de partilhas, onde se dirige à apresentadora da TVI.


Está a circular nas redes sociais, uma carta aberta dirigida à nova diretora de entretenimento e ficção da TVI, falo de Cristina Ferreira.

Mário Gonçalves, assina um texto que já conta com milhares de gostos e centenas de partilhas, onde se dirige à apresentadora da TVI.

Em causa, está o facto da apresentadora estar aparecer excessivamente na televisão.

Fica com o texto na integra:

“Olá Cristina Ferreira,
Esta carta aberta vem no sentido de apelar apenas a uma coisa à tua pessoa: É que já paravas de uma vez por todas com tanta “Cristina” na TVI. Os Portugueses estão fartos de ouvir falar no teu nome. Se antes já não havia pachorra para te ouvir, imagina agora que temos que gramar contigo o santo dia na televisão. Descansa um bocadinho o cérebro.


Nós já sabemos que és “dona” da TVI. Os Portugueses já sabem que ganhas rios de dinheiro ao final do mês. Também sabemos que andas em guerra com a SIC depois de não teres cumprido um contrato. Também sabemos onde moras. Sabemos onde moram os teus Pais. Sabemos onde é a redacção da revista. Sabemos a marca do teu carro e o número que calças. Sabemos a lingerie que usas e a que não suportas. Sabemos os namorados que tiveste e os que tencionas vir a ter ainda.

Em suma, sabemos tudo sem querermos saber de nada. Já chega não?

É no mínimo surreal um canal como a TVI levar 24h sobre 24h a falar do teu nome. Não há mais profissionais que possam trabalhar? Não há mais gente competente que não queira tanto protagonismo como tu? É que já enjoa tanta Cristina. Devias pensar mudar o nome do canal, em vez de TVI podias meter CF, assim já sabíamos o canal que estávamos a ver.
meira, mas é perfeitamente normal. É que para os lados da SIC ainda há bons profissionais que não precisam de tanto protagonismo para se valerem do seu bom trabalho.

Pensa nisso Cristina. Não tens de quê!
Mário Gonçalves”


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo