Gossip

Ângelo Rodrigues ficou com buracos “Se ele sobreviver não vai gostar do que vai ver”

Ângelo Rodrigues está a reagir bem aos tratamentos a que tem sido submetido e já foram quatro cirurgias e tratamentos de hemodiálise.


Só que irá ter sequelas e uma fonte falou ao ‘Modern Life’ que as várias intervenções cirúrgicas deixaram o actor com muitas sequelas.

Abriram-lhe uma série de buracos no corpo para retirar tecidos necrosados. Se ele sobreviver, não vai gostar do que vai ver quando se olhar ao espelho”, contou a fonte.

Ele continua em coma induzido mas informações que o dioguinho conseguiu apurar, ele encontra-se a recuperar muito bem aos tratamentos.


Tudo isto começou devido a uma infecção causada pela injecção de testosterona.

Ao site da MAGG, na Isabel Pedroso, especialista em Medicina Interna do Hospital de Cascais referiu que isto “as injeções podem ter provocado uma infeção na pele, tendo avançado, mais tarde, para os tecidos.”

Quando a infeção se torna generalizada e sistémica, ou seja, não localizada, há um descontrolo, e isso leva à disfunção de órgãos que podem ser respiratórios, renais, cardíacos”, revelou.

Falou ainda que “A taxa de mortalidade hospitalar quando se tem uma sepsis é de 38%, mas quando evolui para um choque séptico passa para 51%. ”


Em entrevista à TV7Dias uma outra especialista referiu, “Ele, neste momento, tem um quadro de sepse [infeção generalizada também conhecida como sépsis] com disfunção multiorgânica. Sim, tem um risco de morte associado. Mesmo que não morra, tendo um quadro com esta gravidade, o tempo de reabilitação também vai ser exigente. Se com uma gripe se fica de cama uma semana e sem forças, agora imagine o que é um quadro séptico agudo, com disfunção de órgão[s]”.

Como era o corpo de Ângelo Rodrigues antes da testosterona

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo