Home / Gossip / Tony Carreira acusado pelo Ministério Público de plagiar: compara as músicas!

Tony Carreira acusado pelo Ministério Público de plagiar: compara as músicas!

“Depois de ti mais nada”, “Sonhos de menino”, “Se acordo e tu não estás eu morro”, “Adeus até um dia”, “Esta falta de ti”, “Já que te vais”, “Leva-me ao céu”, “Nas horas da dor”, “O anjo que era eu”, “Por ti” e “Porque é que vens” são alguns dos temas mais populares do cantor e que foram alegadamente plagiados.

De acordo com o despacho do Ministério Público “As obras descritas são exemplos da atividade ilícita do arguido Tony Carreira, o que resulta do confronto da obra genuína alheia com a obra supostamente criada pelo arguido, por vezes com a participação do arguido Ricardo Landum, sendo que tais obras foram analisadas através de perícia musical.”

O documento refere ainda que as músicas utilizam “a mesma estrutura, melodia, harmonia, ritmo e orquestração e, por vezes, a própria letra de obras estrangeiras que traduzem, obtendo um trabalho que não é mais do que uma reprodução parcial do original.”

Ricardo Landum, compositor de Tony Carreira e de Romana, Ágata ou Rute Marlene é também arguido deste processo.

Compare algumas das músicas:


“Sonhos de Menino”, de 1997, e “L’Idiot”, de 1981.

“Ai Destino”, de 1995, e “Zingarella”, de 1988, de Enrico Macias.

“Esta falta de ti”, de 2004, terá sido copiada do tema de Natasha St Pierre, Toi QUi Manques à Ma Vie, de 2002.