Home / Geral / Será que a Petra…?

Será que a Petra…?

Quero fazer uns certos reparos sobre o que eu ouvi da boca da Petra!! Diz que tem uma doença congenita, que a impede de estar muito tempo de pé a lavar louça (foi isso que ouvi??) que lhe da dores?

Então a ser verdade quem foi o imbecil do medico que autorizou que colocasse silicone??

[wp_bannerize group=”Geral” random=”1″ limit=”1″]

Diz que toma 10 comprimidos por dia.
Então não deve ser só bipolar. Nem um tuberculose ou seropositivo toma tantos comprimidos por dia.
Deve ter outras componentes associadas a sua doença ou outras doenças se calhar mais graves e tudo misturado dão os 10 comprimidos.

Faz o seu papel de vitima, que coitada teve que lutar muito!!!
Pois eu tenho utentes que infelizmente têm que escolher entre comer a tomar medicação e muitos são doentes psiquiátricos a quem o estado infelizmente cortou muitas das portarias que davam comparticipação de 100%. Portanto se tomas os comprimidos é porque tem dinheiro para os comprar.

Depois não é assim tão desgraçada, porque isso seria fazer pouco dos muitos milhares de jovens que querem realmente estudar e nem dinheiro têm para comer. Ela teve para estudar e para por “mamocas”.
E concerteza ate teve bolsa de estudos.

Mestrado???
Hoje em dia nem 4 anos tira-se uma licenciatura e 1 mestrado.
Já não é como antigamente em que os cursos eram super exigentes e se queimam pestanas durante 5 anos e mais 2 de mestrado. Ou então compram se como o Relvas!!! Alem disso ela ate tem uma “cara laroca” e deve ter feito muitos trabalhinhos como bar made o que lhe deve ter facilitado a vida.

[wp_bannerize group=”Geral” random=”1″ limit=”1″]

Tenho muitos jovens que nem família têm e são muito mais resistentes que este projecto de pessoa. Não se vitimizam e aceitam as criticas. A Petra se é Professora então é uma péssima profissional, porque não sabe ouvir e muito menos manter um dialogo constante, partindo para a elevação de voz, não deixando falar e vendo que não ganha o bate boca, finge um dos seus ataques. Vitima de circunstancia e conveniência.

Tem uma família que a apoia e deveria sim, elevar o seu esforço e deixar de lado a arrogância e a falta de humildade. Parece que nem a doença a fez aprender a ser uma pessoa melhor!!!

Enviado por Mónica N.