Home / Gossip / Júlia Bélard “No dia a seguir ao parto o meu peso era o mesmo que antes de engravidar”

Júlia Bélard “No dia a seguir ao parto o meu peso era o mesmo que antes de engravidar”

Júlia Belard, foi mãe há cerca de três semanas, e decidiu partilhar a sua experiência nas redes sociais.



A atriz partilhou uma fotografia durante e após a gravidez, e explicou que conseguiu manter o seu peso, apesar do seu estado de graça.

Júlia Belard fez questão ainda de explicar que a saúde do seu bebé nunca esteve em risco. Fica com o texto:

“Nos primeiros sete meses de gravidez não me preocupei minimamente com as possíveis mudanças do corpo. Estamos a viver um momento tão especial que não há espaço para isso. No fim do sexto mês tinha engordado 2kg o que me deixou relativamente preocupada e, por isso, comecei a comer muito mais. Ainda assim, e mostrando como a maioria das coisas que se dizem absolutas sobre gravidez e pós-parto não passam de ideias pré-concebidas que nem sempre correspondem à realidade, o meu bebé estava no percentil 75, a crescer lindamente. Isto mostra que muito embora os estudos apontem para cerca de 9kg a 12kg ganhos durante uma gravidez saudável numa mulher com IMC (índice de massa corporal) normal, cada caso é um caso e nem tudo é linear. Ou seja, não é por ter engordado menos que o meu bebé não estava óptimo. Já perto dos 9 meses tinha ganho 6kg e comecei a assustar-me com as possibilidades. Vi e ouvi muitos depoimentos tristes de como o corpo muda e nunca mais volta ao lugar. Ao mesmo tempo parece haver uma pressão cada vez maior da sociedade para estarmos sempre em forma e no nosso melhor. Bom, no dia a seguir ao parto o meu peso era exatamente o mesmo que antes de engravidar e uma semana depois estava ainda mais magra. Claro que há uma série de factores que condicionam esta evolução, como a idade, genética, antecedentes, tipo de parto, amamentação, por aí fora. O corpo não volta exatamente à forma original de um dia para o outro, eu própria tenho flacidez e outras imperfeições mas o que posso dizer e o que gostava de ter ouvido é que com uma gravidez, um parto e um pós-parto perfeitamente comuns e normais como os que tive também se espera uma recuperação normal. Acredito que a parte mais difícil chega agora, com a fome que a amamentação traz e a falta de tempo que temos para nós, conseguir manter a forma não será tarefa fácil. No entanto, tenho a certeza que com muito trabalho e vontade tudo é possível.”

loading…





Loading...