Home / Geral / Governo alemão apela ao boicote do Google

Governo alemão apela ao boicote do Google

O governo alemão pretende obrigar os motores de busca a pagarem pela publicação de links que contenham mais do que os títulos de notícias que se encontram nos meios de comunicação. A Googe reagiu com um vídeo – e o governo germânico não ficou indiferente ao vídeo.

[wp_bannerize group=”Geral” random=”1″ limit=”1″]

Por vezes, uma simples mensagem de Twitter diz tudo. E o post que Sabine Leutheusser-Schnarrenberger, secretária de Estado da Justiça alemã, publicou ontem confirma que o diferendo entre o governo liderado por Angela Merkel e a líder dos motores de busca está longe de ser sanado:

[wp_bannerize group=”Geral” random=”1″ limit=”1″]

«Há outros motores de busca alternativos ao Google», referiu a secretária de estado na mensagem publicada no Twitter, sugerindo um boicote ao líder dos motores de busca.

A mensagem foi publicada no seguimento de um vídeo disseminado pela delegação alemã da Google. No vídeo, a Google apela aos cidadãos germânicos para defenderem os seus direitos na Internet e se manifestem contra o projeto de lei do governo, que visa obrigar os motores de busca a pagarem aos meios de comunicação social pela publicação dos excertos de artigos jornalísticos que surgem nos resultados das pesquisas efetuados pelos internautas.

De acordo com o Tom’s Hardware, o polémico projeto de lei apenas liberta a publicação de títulos de qualquer pagamento de taxa.

fonte exame informatica