Home / Gossip / Eduardo Beauté deixa carta eterna saudade ao filho que morreu

Eduardo Beauté deixa carta eterna saudade ao filho que morreu

Eduardo Beauté fez ontem um post nas redes sociais muito emotivo acerca do filho biológico que morreu há 33 anos.

CARTA DE AMOR E ETERNA SAUDADE
Hoje, dia 27 de Novembro, seria o dia de aniversário do meu filho biológico, o meu Rúben Eduardo.
Mas num triste dia e na adversidade da vida, recebo a triste notícia de que Deus passou a tomar conta do meu filho e que de fato essa tragédia acontecera comigo. No dia 8 de Maio do ano seguinte, recebi a notícia que nenhum pai está preparado para receber. Ou seja, que meu filho teria falecido nos braços da minha querida mãe. Naquele momento senti o meu coração gelar e ao mesmo tempo, medos, inseguranças, dúvidas, e por fim a tristeza tomaram conta da minha vida tendo partido deste mundo e junto dele muitos projetos ao qual eu planeava e também sonhava para ele, simplesmente pararam no tempo.


A dor de não poder mais ouvir o meu filho, nem vê-lo sorrir, nem senti-lo a abraçar-me, nem poder colocá-lo no meu colo para o embalar, levá-lo para passear, enfim, não aconteceria mais. Eu não conseguia ficar em pé diante da dor que me parecia consumir e nem mesmo sequer ouvir o que as pessoas para me consolarem naquele momento me queriam dizer. Restáva-me apenas segurar a roupa do meu pequeno princepe junto ao meu rosto, como que em dado momento o substituísse, e chorar deitado na minha cama, pois uma parte de mim também tinha partido com ele.
Mas como o Senhor não nos abandona nunca, eis que anos mais tarde três Anjos vieram ao meu encontro, Bernardo, Lurdes e Eduardo. Envolveram-se nos meus braços, e uma voz do além disse-me aos meus ouvidos que com a autorização do Senhor, me ter concedido a seguinte mensagem: Assim como Deus ficou de pé diante de teu sofrimento, tu vais ficar de pé diante dos teus três Anjos, serão os teus filhos de coração, pois foste escolhido por DEUS, voltarás a sentir o teu Amor preencher o espaço vazio deixado no teu coração com a partida do filho do teu sangue.
Sem dúvida alguma que senti naqueles momentos que o Senhor me segurou pelas mãos e me conduzindo para o que seria a última oportunide e único momento de um pai voltar acreditar a AMAR, com a certeza de que o meu querido e amado filho Rúben Eduardo está sempre aqui a olhar por nós.
OBRIGADO…