Home / Geral / “De coitadinha não tenho nada”, diz Sandra

“De coitadinha não tenho nada”, diz Sandra

Depois de sair da “Casa dos Segredos”, Sandra Costa quer vingar no mundo da representação. Diz que o dinheiro tem de ser bem aproveitado, por isso aumentar o tamanho das mamas só se alguém patrocinar. “Estou contente com o que tenho”, disse.

A jovem de Lustosa quer provar aos portugueses que não é apenas a “Sandra palhacinha” que viveu na “Casa dos segredos”. Em entrevista à revista “IN”, que sai este fim-de-semana com o JN, diz, ainda, que não era capaz de posar nua ou em lingerie.

As suas primeiras horas fora da “Casa dos segredos” não foram fáceis…

Foi uma saída diferente (risos). Mas foi especial. Não estava a contar em ter tanta gente à minha espera.

Lá dentro, vários concorrentes disseram que tinha afirmado que ia ganhar. Estava assim tão confiante?

Nunca disse isso. Sempre disse que gostava de ganhar e qualquer pessoa que está naquela casa tem sempre a possibilidade de ganhar…

 

[wp_bannerize group=”Geral” random=”1″ limit=”1″]

E por que é que disse que, se não ganhasse, o jogo não era justo e era manipulado?

Isso era eu na brincadeira. Mas quando digo estas coisas é a brincar, porque era incapaz de falar mal de uma produção que me escolheu no meio de 88 mil para estar na casa.

Ter revelado o seu segredo – “dormi na cama dos meus pais até aos 16 anos” – no dia da sua expulsão prejudicou-a?

De certo modo, ao revelá-lo iam perceber a pessoa que sou e a minha forma de ser, se calhar teria sido melhor revelar a minha história de vida mais cedo.

Ao entrar com este segredo, sentiu que podia ser bom para si?

Era bom no sentido de mostrar uma lição de vida a muitas pessoas que pensam que estão em baixo e que a vida só lhes corre mal a elas, porque não é verdade. Já estive mesmo em baixo e passei por maus bocados, mas hoje estou aqui, sou feliz.

Não teve receio de ser conotada como uma “coitadinha”?

Não. De coitadinha não tenho nada. Fui à luta, tentei sempre atingir os meus objetivos. Tenho a prova de que me sei defender sozinha e isso não encaixa no meu feitio.

Depois de tudo o que já sofreu na vida, sente que é uma vencedora?

Sim, porque não me acomodo com o que tenho. Quero sempre mais, batalho para ter as coisas. Não desisto dos meus sonhos e acho que no que depender de mim não fico por aqui. Ainda vou dar mais de mim.

Os seus pais são os seus ídolos?

São, sem dúvida. Tenho muito orgulho neles. Sei que neste momento estão muito orgulhosos de mim, e fiquei toda babada, porque o que queria era não desiludir os meus pais, que eles tivessem vergonha da filha que têm.

Eles já têm uma idade avançada. Tem medo de os perder?

É o meu medo maior. Quando estava na ‘Casa’ estava sempre preocupada com o meu pai. Ele já teve vários AVC e um deles foi recente. Estava sempre com medo de que lhe acontecesse alguma coisa.

Foi genuína dentro da “Casa”?

Claro que sim. Não houve nenhum boneco, até porque nunca conseguiria disfarçar esta personalidade durante tanto tempo.

Os portugueses ainda vão ouvir falar muito da Sandra?

Acho que sim e espero que sim. Já que me tiraram cá para fora e já não me queriam ver lá dentro, agora aturem-me cá fora.

No passado candidatou-se a um concurso para um jornal com fotografias ousadas…

Fiquei mesmo triste por não entrar na “Casa dos segredos 2” e disse que ia arranjar maneira de ir para a representação. Como não passei, as minhas amigas disseram-me para concorrer a este concurso. Então aquilo foi tipo uma palhaçada, porque foram elas que me tiraram as fotografias e ficaram tão vergonhosas (risos).

Gostava de posar para uma revista masculina?

Depois desta experiência não sou capaz de posar nua, nem em lingerie. Não consigo. Não era capaz de fazer, porque tive um trauma tão grande depois daquilo…

 

[wp_bannerize group=”Geral” random=”1″ limit=”1″]

Nem por uma quantia elevada?

Acho que o mais bonito que uma pessoa tem é a essência de ser descoberta. Deitarmos tudo cá para fora, perde o especial que tem!

Mas as pessoas não descobriram tudo o que é a Sandra na “Casa”?

Pois, também já descobriram quase tudo, mas é diferente.

Ainda mantém a ideia de aumentar o peito?

Eu, gastar o meu dinheiro? Não o faço.

Porquê?

O dinheiro deve ser mais bem aproveitado, não em estética. Já me contento com o que tenho. Prefiro gastar noutras coisas, porque a vida está complicada e temos de amealhar. Há outras coisas à frente. Agora se me patrocinassem… (risos).

Representou bem Lustosa?

Acho que sim, até porque fui a primeira a divulgar o nome de Lustosa na televisão.

E o Norte do país?

Na parte dos palavrões devem estar um bocadinho ofendidos. Mas de resto acho que sim.

No seu questionário, disse que namorava com um rapaz, mas ele já o desmentiu. Eram, de facto, namorados?

Não éramos namorados…

Então por que escreveu no questionário que eram?

Na altura, ainda tínhamos qualquer coisa. E uma pessoa quando faz o questionário faz aquilo à pressa. Eu propus à produção entrarmos como um ex-casal. Mas depois ponderei bem e disse que preferia antes entrar com um segredo individual.

Já falaram sobre isso?

Não, não.

E quer voltar a falar com ele?

Não.

Era capaz de se envolver com algum rapaz na “Casa”?

Nunca faria isso, porque os meus pais têm bastante idade e iam levar aquilo a peito. E eu respeito-os muito. Por isso é que não queria ter missões desse género.

É uma mulher muito namoradeira?

Não. Nunca tive muitos namorados. Tenho muita cabecinha. Não ando desesperada por um homem. Mais vale só do que mal acompanhada.