Home / Gossip / Caso Rui Pedro – Afonso Dias acusa policia de o espancar para «arrancar» confissão

Caso Rui Pedro – Afonso Dias acusa policia de o espancar para «arrancar» confissão





Afonso Dias é único arguido no caso Rui Pedro que desapareceu em 1998 que vai agora mesmo cumprir pena de prisão. Antes de se apresentar no estabelecimento prisional e deu uma entrevista a uma revista semanal onde faz algumas revelações polémicas.

No seu discurso nota-se que apesar de tudo não sente rancor ou mágoa pelos pais do menino desaparecido, não quer que eles desistam de procurar o Rui Pedro. Continua a garantir que é inocente, que tem sofrido imenso ao longo destes 17 anos, mas quando sair da prisão irá ser o fechar de um ciclo na sua vida. “Ninguém faz ideia do que já passei“, diz Afonso Dias. Ele acusa a policia de o espancar para arrancar uma confissão, de ter uma pistola apontada à cabeça por um primo da Filomena Teixeira (mãe do Rui Pedro), “queriam matar-me, raptar-me“.

A pressão foi tanta que a certa altura pensava que pondo termo à vida seria a melhor solução.