Home / Biggest Deal / ‘Biggest Deal’ continua na lama… quase ao nível do Love on Top

‘Biggest Deal’ continua na lama… quase ao nível do Love on Top

A terceira gala do “Biggest Deal” não fugiu à regra das anteriores e foi um falhanço. Já sei que continuar a falar neste falhanço dá direito a mais umas represálias, mas quero lá saber.

Tivemos o directo num estúdio improvisado, com umas bancadas que se vê num qualquer campo pelado, e deixa Teresa Guilherme numa situação bem desconfortável.

Apesar de o “Biggest Deal” ter como alavanca uma novela, simplesmente não passou dos 4.9 rating, 18.4% share e média de 477,000 espectadores. Estamos perante algo tipo LOVE ON TOP low cost.

Isto está tão feito em cima do joelho, que nem os créditos finais da gala teve direito a alteração e leva com um «Decoração Casa dos Segredos». Efectivamente isto parece mais a Casa dos Segredos do que um qualquer formato inovador que tem números fantásticos como afirma o Bruno Santos.

Se a Altice comprar efectivamente a Média Capital, muita coisa irá mudar, é que este grupo é perito em cortar nas despesas.